Empreendedorismo

Empreender – Seguir seu maior sonho e seu maior medo?

Escrito por formeieagora

Leonardo Capel – Fundador da A+ Educação

Formei, e agora? Uma das maiores angustias e dúvidas para mim foi o que fazer depois de formado! Foi assim antes de entrar na faculdade e não poderia ser diferente depois.

Ingressei em 2010 em Direito, cheio de expectativas, mas não durou muito e percebi que embora as matérias fossem interessantes, não me via trabalhando para o resto da vida naquilo. Pro resto da vida, essa era uma visão que eu tinha sobre trabalho, profissão, carreira. Fico feliz que a minha cabeça tenha mudado.

Tranquei Direito, fiz cursinho, e em 2011 ingressava em Administração na Universidade Federal do Paraná (UFPR), meu objetivo agora era entrar em uma multinacional e seguir carreira executiva. E o primeiro passo era conseguir experiências que me possibilitassem conseguir a tão sonhada vaga em uma grande empresa. Entrei na faculdade e fui exposto a uma coisa chamada Empresa Júnior, não tinha entendido o que era, mas me falaram que era um plus no currículo e no desenvolvimento profissional, me inscrevi e fui aceito. E foi aí que eu comecei a conhecer novas oportunidades. Os primeiros 3 anos da faculdade foram super intensos e tive a possibilidade de participar de diversas experiências, como Empresa Júnior, Aiesec, Choice, Monitorias, TEDx, Iniciação Científica, World Merit…

Mas o objetivo não era mais conseguir experiências para ingressar em uma grande empresa, era simplesmente conhecer pessoas e eu mesmo. Se uma coisa me chamou a atenção nos primeiros dias da universidade foi isso, um professor comentando “usem a faculdade para conhecerem pessoas e você mesmos”.

Sem dúvida todas essas experiências influenciaram muito minhas decisões e quem eu sou hoje – clichê, mas todo clichê é clichê por suas verdades.

No terceiro ano da faculdade tive a oportunidade de ingressar no Grupo Boticário na área de marketing, foi uma das experiências mais intensas que tive no meio corporativo, fiz vários amigos e aprendi demais.

A faculdade foi passando e uma angústia começou a tomar conta de mim, era o prefácio da grande pergunta, vou me formar, e agora? Faltavam 6 meses para me formar, porém o caminho agora não era definido como um vestibular. Existiam várias oportunidades e a cada dia uma parecia mais interessante do que a outra. Trainee? Mestrado?  Intercâmbio? Empreender? Carreira Corporativa?… Foram alguns meses de ansiedade, angústia, conversas, dicas, mas no final, a decisão tinha que ser minha. E assim foi.

Escolhi ir pelo caminho do sonho, realizar um intercâmbio. Consegui alinhar ele com a oportunidade de fazer dois cursos em Stanford. Sensacional! E assim começou meu ano de 2015, 3 meses intensos no Vale do Silício, mas o final da viagem chegava e não poderia ser diferente. Estava voltando pro Brasil, formado. E agora? As opções eram inúmeras assim como as dúvidas. Escolhi o meu maior medo ou a maior vontade, talvez ambos, resolvi empreender.

Vasculhei ideias e paixões, entre marketing, esportes, finanças, cinema, educação, moda, escolhi a educação. E comecei. Um passo de cada vez, compartilhando minha vontade e trazendo cada vez mais pessoas boas pra perto da minha ideia. Em Julho de 2015, lancei a A+ Educação – uma plataforma de financiamento coletivo exclusiva para professores de escolas públicas -, a qual estou hoje como um dos Agentes de Mudança. Queremos dar recursos e reconhecimentos aos professores, e em 3 meses desde a fundação já impactamos mais de 1600 alunos em 2 estados do Brasil.

Sobre o futuro, vejo que não existe uma profissão pro resto da vida. Quero cada vez mais me envolver com as minhas paixões, acredito que não existe caminho certo. O certo é você escolher algo que goste e dar o primeiro passo. A cada passo, novas portas que você não conseguia ver se abrirão. Podemos ser tudo o que quisermos nessa vida. No momento estou empreendo na educação, mas quem sabe logo mais não seja na moda ou nos esportes, os primeiros passos estão sendo dados. E você, qual está sendo o seu primeiro passo?

Sobre o autor

formeieagora

Deixe uma resposta